Publicado em

LUCÍLIO MANJATE nasceu em Maputo, capital de Moçambique, a 13 de janeiro de 1981.

É licenciado em Linguística e Literatura e Mestre em Filosofia pela Universidade Eduardo Mondlane, onde leciona Literatura na Faculdade de Letras e Ciências Sociais da mesma Universidade.

É membro da Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO) e da Sociedade Moçambicana de Autores (SOMAS).

Participa também de eventos internacionais como jornadas literárias e outros encontros culturais.

Escreve matérias para jornais e revistas e livros, alguns premiados, como Rabhia. É autor de obras em prosa para adultos e para crianças.

OBRAS DA KAPULANA

O jovem caçador e a velha dentuça, 2016. [Vozes da África]

A triste história de Barcolino, o homem que não sabia morrer, 2017. [Vozes da África]

Rabhia. 2022. [Vozes da África] [Em edição]

OUTRAS PUBLICAÇÕES

  • Manifesto. Maputo: TDM, 2006
  • Os silêncios do narrador. Maputo: AEMO, 2010.
  • O contador de palavras. Maputo: Alcance, 2012.
  • A legítima dor da Dona Sebastião. Maputo: Alcance, 2013.
  • Literatura moçambicana – da ameaça do esquecimento à urgência do resgate. Maputo: Alcance, 2015 (coautor)
  • Rabhia. Porto: Edições Esgotadas, 2017; Maputo: Alcance Editores, 2019.
  • A triste história de Barcolino, o homem que não sabia morrer, Cavalo do Mar, 2018. 
  • Zua e Mwêdzi Vão à Caça das Palavras. Maputo: Alcance, 2018.
  • Geração XXI – Notas sobre a nova geração de escritores moçambicanos. Maputo: Alcance, 2018.
  • O Rosto e o Tempo (antologia poética comemorativa dos 35 anos de vida literária de Armando Artur). Maputo: Alcance Editores, 2021.

Coorganização

  • Esperança e certeza 2 – Contos. Maputo: AEMO, 2008. (coorganizador)
  • Era uma vez… Maputo: AEMO, 2009. (coorganizador)
  • Antologia Inédita – Outras vozes de Moçambique. Maputo: Alcance, 2014. (coorganizador)

PRÊMIOS, CONCURSOS E PARTICIPAÇÕES:

2006 – Prémio Revelação Telecomunicações de Moçambique: pela obra Manifesto (contos).
2008 – Prémio 10 de Novembro: pela obra Não me olhe com tanto ouvido boquiaberto (romance posteriormente publicado com o título Os silêncios do narrador).
2017 – “Prémio Literário Eduardo Costley-White”: com Rabhia.
2017 – FliPoços 2017 – 12a. Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas. Participante da comitiva de Moçambique, país homenageado na festa literária e lançamento de seu livro A triste história de Barcolino, o homem que não sabia morrer.
2017 – “II Jornada de Teoria Literária e Literaturas Africanas”, Unicamp /GELCA 2017 . Campinas – SP. Participação em mesa de debates sobre literaturas africanas de língua portuguesa, com sessão de autógrafos da edição brasileira de A triste história de Barcolino, o homem que não sabia morrer.
2019 – Participação na “Travessia das Letras – 1ª Festa Infantojuvenil da Língua Portuguesa”. Oeiras, Portugal, 30 e 31/03/2019.
2020 – Participação na FLISS, Festa Internacional de São Sebastião. Palestra “Literaturas Africanas”. Online, 27/08/2020.
2020 – Participação no TEMPLO DE ESCRITAS, I Festa Literária Internacional da Língua Portuguesa. Mesa redonda “Diálogos sobre o espaço da CPLP: Circulação, Silenciamentos e institucionalização de uma literatura de língua(s) portuguesa(s)”. online, 7/10/20.
2020 – Participação na mesa “Literatura de língua portuguesa pós-covid: desafios e perspectivas”. Feira do Livro de Maputo, online, 24/10/2020.
2020 – Participação no Painel de Literatura Moçambicana. Transmissão pela TV UNEB SEABRA, 31/10/2020.
2020 – Participação no Simpósio de Literaturas Africanas e Afro-brasileiras: Encruzilhadas Epistemológicas, Interseccionalidade e culturas de fonteira. Mesa “Literatura Moçambicana Contemporânea”. Online, 27/11/2020.
2021 – Participação na mesa “Será que a literatura ajuda a criar uma zona de intervenção cívica?”, Feira do Livro de Maputo em homenagem ao escritor Ungulani Ba Ka Khosa. Online, 21/10/21.

Saiba mais sobre o autor e sua obra:

http://opais.sapo.mz/barcolino-uma-historia-sobre-a-condicao-humana

https://www.kapulana.com.br/historias-de-bela-tristeza-por-elena-brugioni/

https://www.dn.pt/artes/interior/escritor-mocambicano-lucilio-manjate-vence-premio-eduardo-costley-white-5721123.html

https://www.rtp.pt/noticias/cultura/obra-de-lucilio-manjate-revelou-cunho-mais-ousado-e-inteligencia-mia-couto_n988568

https://www.kapulana.com.br/contos-africanos-o-jovem-cacador-velha-dentuca-kalimba/

https://www.kapulana.com.br/editora-kapulana-no-flipocos-2017/

http://opais.sapo.mz/lucilio-manjate-esclarece-o-que-faz-um-escritor

https://www.kapulana.com.br/literatura-mocambicana-infantil_o-percurso-da-liberdade-em-lucilio-manjate-por-jose-dos-remedios/

https://www.kapulana.com.br/contacao-de-historia-do-livro-o-cacador-e-a-velha-dentuca/

https://www.kapulana.com.br/maputo-mocambique-2015-diretora-da-kapulana-com-lucilio-manjate-e-sangare-okapi/