Prof. Francisco Noa, Reitor da UniLúrio de Moçambique, participa de ciclo de debates sobre Literatura Africana, na FFLCH-USP

Prof. Francisco Noa participa do IV Colóquio Internacional, África, literaturas e contemporaneidade, em sessão do dia 25/11/2015, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

De 23 a 26 de novembro de 2015, o CELP (Centro de Estudos de Literatura em Língua Portuguesa) promoveu o evento IV Colóquio Internacional Áfricas, Literatura e Contemporaneidade – II Encontro de Estudos Africanos “Abrindo Caminhos”, composto por várias atividades como cursos, mesas-redondas e ciclo de debates.

Prof. Dr. Francisco Noa (Doutor em Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, atual reitor da Universidade Lúrio de Moçambique) participou da sessão de 25 de novembro de 2015, sobre o tema Atlântico e Índico: cartografias literárias.

A sessão foi mediada pela Prof. Dr. Omar Thomaz (Unicamp – Universidade Estadual de Campinas), que fez a apresentação dos participantes e introduziu o tema a ser abordado.

Prof. Noa discorreu sobre o tema “Moçambique e o Oceano Índico: dimensões do mar na poesia moçambicana”. Na mesa, teve a companhia das pesquisadoras de literatura Profa. Dra. Carmen Lúcia Secco (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e Profa. Dra. Elena Brugioni (UM – Universidade do Minho).

Os participantes apresentaram seus estudos sobre o tema na literatura africana, de Angola e Moçambique em especial, suscitando interesse da plateia que participou do debate com perguntas e contribuições para futuras investigações científicas.

Ao final da sessão, Prof. Dr. Francisco Noa autografou seus novos títulos lançados no Brasil, Perto do fragmento, a totalidade: Olhares sobre a Literatura e o mundo e Império, mito e miopia: Moçambique como criação literária, da Editora Kapulana.

Veja fotos: http://www.kapulana.com.br/?p=4236

Saiba mais: http://celp.fflch.usp.br/apresentacaoivcoloquio