Aldino Muianga e Mariana Fujisawa representam a Kapulana na XIII Bienal Internacional do livro do Ceará

ALDINO MUIANGA (escritor moçambicano) e MARIANA FUJISAWA (artista plástica brasileira) representaram a Kapulana na XIII Bienal Internacional do livro do Ceará (2019).

Durante a Bienal, no estado do Ceará, Aldino Muianga e Mariana Fujisawa participaram de atividades diversificadas, como bate-papos, oficinas e lançamento de livro, tanto no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, como no campus da Unilab (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira), em Redenção.

Aldino Muianga é autor de vasta obra literária e tem 3 livros publicados no Brasil pela Kapulana: O domador de burros e outros contos (2015), A noiva de Kebera, contos (2016), e o romance Asas quebradas (2019 – lançado na Bienal do Ceará).

Mariana Fujisawa, artista plástica, é autora da maior parte das capas e ilustrações dos livros do catálogo da Kapulana, como obras de Suleiman Cassamo, Ungulani Ba Ka Khosa, Luandino Vieira, Ana Paula Tavares, João Paulo Borges e Binyavanga Wainaina, dentre outros, além de livros dedicados ao público infantil.

Roteiro de atividades de Aldino Muianga e Mariana Fujisawa na XIII Bienal Internacional do livro do Ceará:

21/08/2019, Campus da Unilab:
Mariana Fujisawa participou da mesa intitulada “O traço e o verso das cidades” com o poeta Júlio Machado, sob mediação do Professor André Telles, em conversa sobre trajetórias, identidades e processos de criação.
Aldino Muianga conversou com os estudantes, mediado pela professora Andrea Muraro, sobre seu novo romance Asas Quebradas, a temática da representação da mulher e seus processos de escrita.
 
23/08/2019, Centro de Eventos da Bienal:
Mariana Fujisawa teve duas participações: uma conversa com crianças de escolas públicas sobre a ilustração de livros infantis e a mesa novamente compartilhada com Júlio Machado, com mediação de Andrea Muraro.
 
24/08/2019, na Bienal:
Aldino Muianga lançou oficialmente Asas Quebradas, em conversa mediada por Sueli Saraiva, que contou com intensa participação do público presente.
Como parte da “Bienal fora da Bienal”,Mariana Fujisawa visitou a biblioteca comunitária Casa Camboa, oferecendo uma oficina de ilustração para crianças da comunidade.”
 

São Paulo, 30 de agosto de 2019.