Notícias

Ana Mafalda Leite, ensaísta, docente e poeta, apresentou seu novo livro de poemas, publicado pela Editora Kapulana no Brasil

Na última semana de novembro, a conceituada escritora portuguesa Ana Mafalda Leite esteve no Brasil participando de várias atividades ligadas à cultura e a expressão da língua portuguesa nas literaturas.

Durante a Festa do Livro da USP, Ana Mafalda apresentou seu livro inédito de poemas, publicado pela editora Kapulana: Outras fronteiras: fragmentos de narrativas. A obra poética é enriquecida pelo ensaio da Profa. Carmen Tindó Secco, intitulado “Outras fronteiras: o brilho dos pirilampos e os fragmentos da memória”.

Ana Mafalda Leite nasceu em Portugal, e seu berço afetivo e cultural foi Moçambique, onde viveu na sua juventude e iniciou seus estudos universitários. Ao retornar a Portugal, dedicou seus estudos, e seus versos, à expressão cultural e literária desse país africano banhado pelo Oceano Índico. 

Seu novo livro revela as impressões existenciais da autora, que rompe as fronteiras tradicionais entre os povos por meio de seus versos. O leitor, então, é convidado a viajar com goeses, indianos, portugueses e moçambicanos pelos versos de Ana Mafalda, que ainda revela nas entrelinhas sua vivência brasileira.

No primeiro semestre de 2018, Ana Mafalda Leite estará de volta ao Brasil, quando participará de evento com sessão de autógrafos e conversas sobre seu novo livro, que já está disponível nas lojas brasileiras.

São Paulo, 06 de dezembro de 2017.

 Icone maozinha  Saiba mais sobre o livro Outras fronteiras: fragmentos de narrativashttp://www.loja.kapulana.com.br/produto/254930/outras-fronteiras-fragmentos-de-narrativas

 Icone maozinha  Saiba mais sobre a autora Ana Mafalda Leite: http://www.kapulana.com.br/ana-mafalda-leite/

  Icone maozinha  Veja fotos: http://www.kapulana.com.br/30112017-apresentacao-de-outras-fronteiras-fragmentos-de-narrativas-de-ana-mafalda-leite-sao-paulo-sp/

Icone maozinha  Leia o posfácio de Carmen L. T. Secco: http://www.kapulana.com.br/posfacio-do-livro-outras-fronteiras-fragmentos-de-narrrativas-por-carmen-lucia-tindo-secco/

Lançamento do livro Nós matamos o Cão Tinhoso!, do moçambicano Luís Bernardo Honwana, no centro cultural Tapera Taperá, em São Paulo

A Editora Kapulana lançou o livro Nós matamos o Cão Tinhoso! no centro cultural Taperá Tapera, no centro de São Paulo

Na noite de quarta-feira, 22 de novembro de 2017, aconteceu o lançamento do livro Nós matamos o Cão Tinhoso!, do moçambicano Luís Bernardo Honwana, mais recente publicação da Editora Kapulana. O evento ocorreu no centro cultural Tapera Taperá, que conta com biblioteca e livraria, no centro da cidade de São Paulo.

A Kapulana organizou uma mesa com roda de conversas mediada pela jornalista Rosane Queiroz, e contou com a posfaciadora do livro, Vima Lia de Rossi, professora e pesquisadora da Letras-USP; com Luciana Bento, socióloga e blogueira, do Instagram “A mãe preta”; e com Oswaldo Faustino, jornalista e ativista do movimento negro. Além disso, a artista Daisy Serena leu trechos selecionados do livro, adicionando ainda mais emoção ao encontro.

Os convidados tiveram a oportunidade de ouvir os relatos e as impressões dos participantes da mesa sobre o livro Nós matamos o Cão Tinhoso!, relataram o impacto que a leitura dos contos causou neles e ofereceram teorias e interpretações diversas sobre os contos de Honwana. Após as falas dos três participantes da mesa, a conversa foi aberta para o público, que pôde dividir seus próprios sentimentos sobre este livro marcante.

Ficou evidente pela fala de todos os presentes o quanto o livro era aguardado por estudiosos da literatura africana e por leitores apaixonados pela boa literatura. Todos os que ofereceram suas impressões tinham algo a dizer sobre como Nós matamos o Cão Tinhoso! os havia marcado, em leituras antigas e recentes.

Nós matamos o Cão Tinhoso! apresenta sete contos nos quais Luís Bernardo Honwana denuncia e contesta a realidade brutal de Moçambique na época do colonialismo. O autor surpreende e inova ao trazer o olhar de narradores que ainda são crianças, suscitando diversas interpretações. A edição da Editora Kapulana traz, ainda, um conto nunca antes publicado em livro, “Rosita, até morrer”.

A Kapulana agradece aos participantes da mesa, que, trazendo seus sentimentos sobre esta obra fundamental, estimularam uma conversa aberta e interessante, e ao público presente, que enriqueceu o debate com suas impressões. Também agradece a Tapera Taperá por acolher o Cão Tinhoso e participar do retorno de Honwana ao Brasil.

São Paulo, 23 de novembro de 2017.

 Icone maozinha  Saiba mais sobre o livro Nós matamos o Cão Tinhoso!: http://www.kapulana.com.br/catalogo/

 Icone maozinha  Saiba mais sobre o autor Luís Bernardo Honwana: http://www.kapulana.com.br/biografia-de-luis-bernardo-honwana/

  Icone maozinha  Veja as fotos do evento: http://www.kapulana.com.br/22112017-lancamento-de-nos-matamos-o-cao-tinhoso-de-luis-bernardo-honwana-na-tapera-tapera-em-sao-paulo-sp/

No mês da Consciência Negra, Francisco Noa, escritor e professor moçambicano, participa de eventos no Brasil.

No mês da Consciência Negra, o professor moçambicano Francisco Noa fez conferência no Rio de Janeiro e participou de atividades de Festa da Cultura Negra, em São Paulo.

O professor, ensaísta e reitor moçambicano Francisco Noa, autor de três livros publicados pela Editora Kapulana no Brasil, retornou ao nosso país para importantes atividades de intercâmbio cultural entre Moçambique e Brasil, em novembro deste ano:

Em 14/11/2017, Prof. Noa proferiu palestra na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, a convite da Profa. Dra. Regiane Matos, em atividade coordenada pelo Grupo de Estudos de História da África , Departamento de História e Departamento de Letras da conceituada universidade. O tema abordado, que despertou grande interesse de alunos e outros pesquisadores de literatura africana, foi “O telúrico e o mar: Moçambique entre a concentração e a dispersão identitária”.

No período de 16 a 18/11/2017, Prof. Noa participou da 5a edição da “FlinkSampa – Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra”, tradicional evento em comemoração ao Dia da Consciência Negra (20 de novembro), que ocorreu na Faculdade Zumbi dos Palmares, na cidade de São Paulo.

No dia 16 de novembro, na FlinkSampa, Francisco Noa integrou uma mesa temática intitulada “No contexto das políticas públicas”. Fizeram também parte da mesa autoridades da Faculdade Zumbi dos Palmares e de órgãos governamentais brasileiros das áreas de Educação e de Políticas de Igualdade Racial. Ao público presente, majoritariamente formado por educadores da rede pública de ensino, foram apresentadas questões relativas às experiências educacionais do Brasil e de Moçambique, discutidas ao final da sessão.

No dia 18 de novembro, Francisco Noa participou de uma Roda de Conversa intitulada “África-Brasil: versos em laços”, com dois poetas cabo-verdianos Filinto Elíseo e Armênio Vieira. A atividade foi mediada pela conceituada pesquisadora de literaturas africanas de língua portuguesa, Maria Nazareth Fonseca, professora da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Na ocasião, os três escritores africanos tiveram a oportunidade de apresentar suas ideias sobre as influências mútuas entre as literaturas do Brasil e de Cabo Verde, o que despertou grande interesse do público, que interagiu com os escritores, colocando questões pertinentes à influência cultural entre os dois países.

Durante a FlinkSampa, o reitor moçambicano atendeu a um amplo programa de sessões culturais e literárias com destaque para as representações afro-brasileiras, como desfile de moda, concurso literário, oficinas de artesanato etc.

A Editora Kapulana esteve presente na Feira de Livros da FlinkSampa, com obras de todos seus escritores moçambicanos como Aldino Muianga, Clemente Bata, Lica Sebastião, Lucílio Manjate, Luís Carlos Patraquim, Noémia de Sousa, Sangare Okapi, Suleiman Cassamo, Ungulani Ba Ka Khosa. Seus títulos infantis, de Moçambique e Angola, também estiveram à venda.

Os três livros de Francisco Noa publicados pela Kapulana tiveram bastante procura, particularmente o recém-lançado Uns e outros na literatura moçambicana, ensaios.

A Editora Kapulana agradece ao estimado escritor Francisco Noa, que sempre apoiou a editora em ações incansáveis para a promoção da literatura moçambicana no Brasil. A Kapulana agradece também à organização da FlinkSampa e da Faculdade Zumbi dos Palmares pela oportunidade de apresentar seu trabalho em prol da interação das culturas africana e brasileira por meio da literatura.

São Paulo, 20 de novembro de 2017.

Icone maozinha Veja as fotos das atividadeshttp://www.kapulana.com.br/16-18112017-francisco-noa-escritor-mocambicano-na-flinksampa-em-sao-paulo-sp/

Icone maozinha Sobre o escritor Francisco Noahttp://www.kapulana.com.br/biografia-de-francisco-noa/

Icone maozinha Livros de Francisco Noa publicados no Brasil pela Kapulana: http://www.kapulana.com.br/cientificos/

Contação de história do livro Kambas para sempre, de Maria Celestina Fernandes, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional

A Editora Kapulana promoveu a contação de história do livro Kambas para sempre, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional

Na tarde da última quinta-feira, dia 12 de outubro de 2017, feriado do Dia das Crianças, aconteceu o mais recente lançamento da Editora Kapulana, do livro Kambas para Sempre, de autoria da angolana Maria Celestina Fernandes. O evento, uma contação dramatizada e musical da história, aconteceu na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, em São Paulo.

As artistas Mariana Rhormens e Ana Vitória Prudente apresentaram Angola, a editora Kapulana e a menina Lueji, protagonista do livro Kambas para sempre.

Antes mesmo do início da apresentação, as crianças já se aproximavam, curiosas pelos panos africanos coloridos que compunham o cenário, as capulanas, para saber o que iria acontecer. A contação teve músicas, rimas e muita interação com o público que se aglomerou para ouvir a história de Lueji.

Kambas para sempre é a história de uma menina com nome de rainha, Lueji, que aprende com a avó Cisca a importância de celebrar suas origens africanas e de ser forte para lidar com as diferenças e o preconceito.

Kambas para sempre quer dizer Amigas para sempre!

No final da apresentação, a contadora Mariana Rhormens leu uma mensagem enviada diretamente de Angola pela autora Maria Celestina Fernandes, agradecendo ao público brasileiro por ouvir sua história e expressando a importância da mensagem trazida por Lueji.

Agradecemos a todos que puderam comparecer ao evento e a parceria da Livraria Cultura que, através de disposição, apoio e gentileza, tornou possível mais uma contação bem-sucedida da Editora Kapulana.

São Paulo, 16 de outubro de 2017.

 

Icone maozinha Saiba mais sobre o livro “Kambas para sempre”: http://www.kapulana.com.br/kambas-para-sempre-de-maria-celestina-fernandes/

Icone maozinha Saiba mais sobre a escritora Maria Celestina Fernandeshttp://www.kapulana.com.br/biografia-de-maria-celestina-fernandes/

Icone maozinha Saiba mais sobre a ilustradora Mariana Fujisawahttp://www.kapulana.com.br/biografia-de-mariana-fujisawa/

Icone maozinha Veja as fotos do lançamento: http://www.kapulana.com.br/12102017-lancamento-com-contacao-de-historia-kambas-para-sempre-na-livraria-cultura-do-conjunto-nacional-em-sao-paulo-sp/

Icone maozinha Veja o vídeo do lançamento: https://youtu.be/0Q9HJk2FGCc


 

LANÇAMENTO NO BRASIL DO LIVRO RODA DAS ENCARNAÇÕES, DE SÓNIA SULTUANE

A editora Kapulana lançou, em 29/09/2017, livro de poemas da escritora moçambicana, Sónia Sultuane, inédita no Brasil

Na noite de 28 de setembro de 2017, a equipe da editora Kapulana recebeu para um evento exclusivo de lançamento de seu mais novo livro, Roda das encarnações, escritores, colaboradores e convidados que participam do processo de edição da editora e apoiam suas iniciativas em divulgar as Vozes da África no Brasil.

O evento, na sede da Kapulana em São Paulo, teve início às 19h e contou com a voz brasileira de Daisy Serena, que apresentou alguns poemas do livro com uma leitura emocionada de textos selecionados.

Na sequência, houve uma apresentação sobre a autora, pois este é seu primeiro livro lançado no Brasil. Nesta obra de caráter lírico, Sónia Sultuane emociona o leitor ao revelar suas impressões mais profundas, como mulher, mãe, poeta e trabalhadora africana.

Os presentes, de várias nacionalidades, como moçambicanos, brasileiros e portugueses, tiveram a oportunidade de ver a exposição de livros do catálogo da Kapulana e a confraternizar em um momento precioso de divulgação da cultura moçambicana.

A Kapulana agradece a todos por terem prestigiado com sua presença o lançamento de seu novo livro Roda das Encarnações, da poeta moçambicana Sónia Sultuane.

Agradece aos colaboradores que se empenharam para que o evento ocorresse com sucesso. Agradece à escritora de Moçambique, Sónia Sultuane, por confiar sua obra à Kapulana. Agradece à Fundação Fernando Leite Couto, editora do livro em Moçambique.

O encontro foi bastante agradável e importante para que a Kapulana sinta-se forte para continuar no seu caminho de divulgar vozes literárias que, muitas vezes, ainda não ecoam no Brasil.

O livro Roda das encarnações está disponível para venda na loja virtual da Editora Kapulana.

São Paulo, 02 de outubro de 2017.

 

Icone maozinha Saiba mais sobre o livro: http://www.kapulana.com.br/roda-das-encarnacoes-sonia-sultuane/

Icone maozinha Veja as fotos do lançamento: http://www.kapulana.com.br/28092017-lancamento-roda-das-encarnacoes-sonia-sultuane-kapulana/

Icone maozinha Saiba mais sobre a escritora Sónia Sultuane: http://www.kapulana.com.br/sonia-sultuane/

 Icone maozinha Assista aos vídeos: 

https://www.youtube.com/watch?v=2XBPkOZ071o 

https://www.youtube.com/watch?v=5USAVQGunz4&feature=youtu.be

 


 

FRANCISCO NOA, CRÍTICO LITERÁRIO E REITOR DA UNILÚRIO, DE MOÇAMBIQUE, VISITA SUA EDITORA NO BRASIL, A KAPULANA

Em 13/07/2017, Francisco Noa, de Moçambique, autor de livros editados pela Kapulana no Brasil, visita a sede de sua editora, em São Paulo, capital

Na manhã de 14 de julho de 2017, Prof. Dr. Francisco Noa (Doutor em Literaturas Africanas de Língua Portuguesa e atual reitor da Universidade Lúrio, de Moçambique) esteve nas dependências da Editora Kapulana, em São Paulo, capital, acompanhado da Prof. Dra. Tania Macêdo, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Foram recebidos pela diretora da Editora Kapulana e por toda a equipe responsável pela edição dos livros do renomado escritor moçambicano.

A Editora Kapulana lançou no Brasil este mês edição inédita de livro de ensaios de Francisco Noa: Uns e outros na literatura moçambicana. A Kapulana já tem outros dois títulos do escritor em seu catálogo: Perto do fragmento, a totalidade: olhares sobre a literatura e o mundo e Império, mito e miopia: Moçambique como invenção literária. São títulos de importância fundamental para os pesquisadores de cultura africana, particularmente de literatura moçambicana. Além disso, têm o mérito de apresentar ao público brasileiro escritores de Moçambique ainda não estudados no Brasil.

A Editora Kapulana foi responsável por sua participação em vários eventos culturais e científicos na cidade de São Paulo, como lançamento de seu novo livro na CBL e visita à Faculdade Zumbi dos Palmares, em São Paulo.

Por ocasião de sua visita à sede da editora, em 14 de julho passado, teve a oportunidade de estar em contato com toda a equipe que participou da elaboração das edições de seus livros. 

O escritor pôde conhecer presencialmente os colaboradores de sua casa editorial, e a equipe da Kapulana teve o privilégio de conversar pessoalmente com o autor de livros da editora. Foi um momento raro, e de suma importância, pois o escritor reside em Moçambique.

A Editora Kapulana agradece a Francisco Noa por sua atenção em conhecer pessoalmente sua casa e seus colaboradores.

 

São Paulo, 14 de julho de 2017.

Icone maozinha Veja as fotos: http://www.kapulana.com.br/13072017-escritor-mocambicano-francisco-noa-na-editora-kapulana/

Icone maozinha Saiba mais sobre a escritor Francisco Noahttp://www.kapulana.com.br/francisco-noa-escritor-mocambique-literatura-africana/

 

 


 

Prof. Francisco Noa, Reitor da Unilúrio, de Moçambique, visita a Faculdade Zumbi dos Palmares, em São Paulo

O Reitor da Universidade Lúrio, UniLúrio, de Moçambique, foi recebido na Universidade Zumbi dos Palmares, em São Paulo, capital

O escritor da Editora Kapulana, Prof. Francisco Noa, ensaísta moçambicano, Reitor da Universidade Lúrio (UniLúrio), em Moçambique, e a Diretora da editora brasileira, Kapulana, Rosana Morais Weg, foram recebidos na sexta-feira, 14 de julho de 2017, na Faculdade Zumbi dos Palmares, instituição comunitária, sem fins lucrativos, que tem por missão a inclusão e a formação qualificada de profissionais comprometidos com os valores da ética, dignidade da pessoa humana e diversidade étnico racial.

A visita aconteceu a convite da pró-reitora da Faculdade, Profa. Francisca Rodrigues, que recepcionou os convidados acompanhada da coordenadora acadêmica, Danielle Paiva, e de Cristina Lima, também colaboradora da instituição de ensino.

Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer as dependências da faculdade, assistir a vídeo com apresentação de seus projetos, ver as exposições de painéis e fotos representativos dos ideais e valores da instituição, e trocarem informações e impressões sobre as particularidades das áreas de Educação e Cultura de seus países.

A Editora Kapulana presenteou a Faculdade Zumbi dos Palmares com os três livros do escritor Francisco Noa publicados pela Kapulana – Perto do fragmento, a totalidade, Império, mito e miopia e Uns e outros na literatura moçambicana, este último lançado na véspera, dia 13 de julho, na CBL, Câmara Brasileira do Livro.

Além desses títulos, a editora ofereceu outros de literatura moçambicana e angolana à Pró-Reitora da Zumbi dos Palmares  que, por seu lado, ofertou ao escritor e reitor moçambicano e à Editora Kapulana,  exemplares de publicações dessa famosa instituição de ensino.

A visita foi fundamental para o início de um intercâmbio cultural e acadêmico e o estabelecimento de futuros projetos de cooperação entre a Faculdade Zumbi dos Palmares e a UniLúrio, além de outras universidades de Moçambique. Também estabelece um relacionamento entre a Faculdade e a Editora Kapulana, para parcerias e projetos futuros.

Agradece aos participantes da mesa e a todos os membros da CBL, que receberam tão cordialmente o Reitor da Universidade do Lúrio e escritor da Editora Kapulana.

A Editora Kapulana agradece a Pró-Reitora Francisca Rodrigues pela oportunidade de apresentar a um de seus escritores, também reitor de uma universidade moçambicana, um projeto social e educacional de tamanha relevância, o da faculdade brasileira Zumbi dos Palmares.

São Paulo, 14 de julho de 2017.

 

Icone maozinha Veja as fotos da visita: http://www.kapulana.com.br/fotos/

Icone maozinha Saiba mais sobre a Faculdade Zumbi dos Palmares: http://www.zumbidospalmares.edu.br/index.php/institucional/quem-somos

Icone maozinha Saiba mais sobre o livro Uns e outros na literatura moçambicanahttp://www.kapulana.com.br/uns-e-outros-na-literatura-mocambicana-ensaios-francisco-noa/

Icone maozinha Saiba mais sobre a escritor Francisco Noahttp://www.kapulana.com.br/francisco-noa-escritor-mocambique-literatura-africana/

Icone maozinha Leia o prefácio do livro Uns e outros na literatura moçambicana: “Meu encontro com Jorge Amado”: http://www.kapulana.com.br/o-meu-encontro-com-jorge-amado-por-francisco-noa/


 

Editora Kapulana lança novo livro de Francisco Noa em evento na Câmara Brasileira do Livro

A Editora Kapulana apresentou seu novo livro, Uns e outros na literatura moçambicana, de Francisco Noa, em encontro na CBL

Na manhã de quinta-feira, 13 de julho de 2017, o professor e ensaísta moçambicano Francisco Noa, Reitor da Universidade Lúrio (UniLúrio), foi recebido na Câmara Brasileira do Livro (CBL) para o lançamento do seu novo livro, Uns e outros na literatura moçambicana, publicado pela Editora Kapulana, e para compartilhar com personalidades dos meios livreiro e acadêmico, suas experiências como gestor de educação e como escritor.

O presidente da CBL, Sr. Luís Antonio Torelli, presidiu a mesa de debates, que foi  mediada por Francis Manzoni, da coordenação da CPCPLP (Comissão para a Promoção de Conteúdo em Língua Portuguesa). Além de representantes da CBL e da Editora Kapulana, estiveram presentes intelectuais, profissionais do livro, educadores, gestores de instituição de ensino e pesquisa e entusiastas da literatura, do Brasil, de Moçambique e de Portugal.

Noa apresentou seu novo livro, Uns e outros na literatura moçambicana, e falou, brevemente, sobre a literatura moçambicana e a literatura brasileira e sobre o sistema de educação em Moçambique. Colocou questões relacionadas a temas como alteridade, identidade e as novas tendências literárias em Moçambique, mais especificamente, a conexão de autores contemporâneos com o Oceano Índico e o que ele representa para a cultura moçambicana.

A seguir, Francis Manzoni apresentou projetos futuros da CPCPLP que devem contribuir para a integração de ações entre Brasil e Moçambique, dois países de língua portuguesa de grande peso no mundo literário.

Para finalizar, Prof. Noa participou de sessão de autógrafos de seu novo livro de ensaios, o terceiro publicado pela Editora Kapulana, Uns e outros na literatura moçambicana.

A Editora Kapulana agradece a Luiz Álvaro Salles Aguiar de Menezes (Gerente de Relações Internacionais) e a Cinthia M. Favilla (Gerente Executiva de Projetos da CBL) que não mediram esforços para que esse encontro ocorresse.

Agradece aos participantes da mesa e a todos os membros da CBL, que receberam tão cordialmente o Reitor da Universidade do Lúrio e escritor da Editora Kapulana.

A Editora Kapulana agradece especialmente ao professor Francisco Noa pela oportunidade de compartilhar com os brasileiros conhecimentos, percepções e ideias, que contribuem para aproximar Brasil e Moçambique.

O livro Uns e outros na literatura moçambicana está disponível na loja virtual da Kapulana.

São Paulo, 13 de julho de 2017.

 

Icone maozinha Veja as fotos do evento na CBL: http://www.kapulana.com.br/francisco-noa-escritor-mocambicano-lanca-novo-livro-na-camara-brasileira-do-livro-em-sao-paulo/

Icone maozinha Saiba mais sobre o livro Uns e outros na literatura moçambicana, ensaios,  e leia alguns trechos: http://www.kapulana.com.br/uns-e-outros-na-literatura-mocambicana-ensaios-francisco-noa/

Icone maozinha Saiba mais sobre a escritor Francisco Noahttp://www.kapulana.com.br/francisco-noa-escritor-mocambique-literatura-africana/

Icone maozinha Sobre o prefácio do livro Uns e outros na literatura moçambicana: “Meu encontro com Jorge Amado”: http://www.kapulana.com.br/o-meu-encontro-com-jorge-amado-por-francisco-noa/


 

Editora Kapulana lança livro de Luís Carlos Patraquim no Brasil

A Editora Kapulana promoveu sessões de autógrafos do novo livro de Luís Carlos Patraquim, O cão na margem, nas universidades UFRJ e UFF

LUÍS CARLOS PATRAQUIM, consagrado poeta e roteirista moçambicano, foi convidado especial para dois eventos brasileiros: a III MOSTRA DE CINEMA AFRICANO, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, e o ENCONTRO COM O POETA MOÇAMBICANO LUÍS CARLOS PATRAQUIM, na Universidade Federal Fluminense.

No dia 6 de junho de 2017, a Editora Kapulana promoveu o lançamento do novo livro de Luís Carlos Patraquim nas duas referidas universidades: seu livro de poemas O cão na margem.

Na Mostra de Cinema na UFRJ, o público teve a oportunidade de assistir a filmes e conversar com o autor sobre sua obra literária e roteiros cinematográficos. Na UFF, em Niterói, professores, alunos e outros pesquisadores prestigiaram a presença do ilustre poeta, participando de sessão de leitura de poesia e debate sobre a literatura moçambicana.

Os debates contaram com a presença de renomados pesquisadores das áreas de cultura e literaturas africanas de língua portuguesa de várias universidades brasileiras que abrilhantaram o evento com a difusão de suas ideias e tópicos de pesquisas.

O escritor Luís Carlos Patraquim foi aplaudido com entusiasmo e participou gentilmente das concorridas sessões de autógrafos de seu novo livro O cão na margem, da Editora Kapulana.

A Editora Kapulana agradece a todos que contribuíram para o lançamento no Brasil dessa importante obra de literatura moçambicana. Apresenta especiais agradecimentos às equipes da Faculdade de Letras/ Setor de Literaturas Africanas de Língua Portuguesa da Universidade Federal do Rio de Janeiro e do Instituto de Letras da Universidade Federal Fluminense.

São Paulo, 8 de junho de 2017.

Saiba mais:

Icone maozinha Veja as fotos: http://www.kapulana.com.br/06-07062017-lancamento-o-cao-na-margem-na-ufrj-e-uff-no-rio-de-janeiro/

Icone maozinha Saiba mais sobre o livro O cão na margem e leia alguns trechos: http://www.kapulana.com.br/o-cao-na-margem-luis-c-patraquim/

Icone maozinha Saiba mais sobre a escritor Luís Carlos Patrauim: http://www.kapulana.com.br/luis-carlos-patraquim/

Icone maozinha Sobre o prefácio do livro O cão na margem: http://www.kapulana.com.br/das-margens-poesia-ainda-por-cintia-machado-de-campos-almeida/


 

Lançamento do livro “Canções do caos, vozes brasileiras”, da Editora Kapulana, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional

A Editora Kapulana lançou o livro Canções do caos, vozes brasileiras, coletânea de textos poéticos das escritoras Adriana Cecchi, Ana Júlia Baldi, Andrea Lucia Barros e Marcella Barbieri, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, SP

Na noite do dia 11 de maio, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, loja da Av. Paulista, na cidade de São Paulo, ocorreu o lançamento do livro Canções do caos, vozes brasileiras. Publicado pela Editora Kapulana, o livro é uma coletânea de textos poéticos das autoras Adriana Cecchi, Ana Júlia Baldi, Andrea Lucia Barros e Marcella Barbieri, com poesias e narrativas acerca do amor, da perda e do caos da cidade.

O evento teve início às 18h30 e contou com a presença das quatro autoras, que deram autógrafos e receberem seus convidados, familiares e amigos, além de outros leitores que vieram prestigiar o lançamento da obra.

A Kapulana agradece a todos que puderam comparecer ao evento e à equipe da Livraria Cultura que, através de disposição e apoio, tornou possível mais uma atividade literária.

O livro Canções do caos, vozes brasileiras está disponível para venda na loja virtual da Editora Kapulana.

São Paulo, 12 de maio de 2017.

 

Icone maozinha Veja as fotos: http://www.kapulana.com.br/11052017-lancamento-de-cancoes-do-caos-vozes-brasileiras-na-livraria-cultura-do-conjunto-nacional-em-sao-paulo-sp/

Icone maozinha Leia alguns trechos do livro: http://www.kapulana.com.br/cancoes-do-caos-vozes-brasileiras-de-andrea-barros-adriana-cecchi-ana-julia-baldi-e-marcella-barbieri/

Icone maozinha Saiba mais sobre a Editora Kapulana: http://www.kapulana.com.br/a-editora/

Icone maozinha Saiba mais sobre escritores e ilustradores da Editora Kapulana:

http://www.kapulana.com.br/nossos-autores/

http://www.kapulana.com.br/nossos-ilustradores/


 

Loading...